Bio no mundo

Formei-me em Psicologia no ISPA no ano de 2005. Mais tarde especializei-me em Terapia pela Arte, em Teatro do Oprimido no Centro Augusto Boal no Rio de Janeiro, e em Empreendedorismo  Social pelo IES/INSEAD. Desde 2006 que viajo pelo mundo a desenhar e implementar programas de saúde mental em diversos contextos. Iniciei o meu percursos profissional no Hospital Central de Maputo, em Moçambique (2006) e logo me candidatei aos Médicos Sem Fronteiras. A partir de então tenho vindo a trabalhar com esta organização em contextos de crise humanitária. Comecei pelo Zimbabué, apoiando pacientes com HIV-SIDA, passei depois por contextos de guerra como a Líbia (2011), a Síria (2013), a Ucrânia (2014) e o Sudão do Sul (2014). Com os Médicos Sem Fronteiras dei também assistência em situações de catástrofes naturais – como no terramoto da Turquia (2011) ou as cheias do Brasil (2010) e em contextos pós guerra, como em Caxemira (2012) ou Camboja (2015). No momento estou sediada em Portugal, saindo anualmente em missões com os Médicos Sem Fronteiras, trabalho como consultora de programas de impacto social com diferentes organismos (dos públicos aos privados), dou formações e presto apoio psicológico à população portuguesa.

2016 foi dedicado à publicação do Livro “uma Caixa de Primeiros Socorros das Emoções” livro onde compilei histórias dos 4 cantos do mundo com o objetivo de permitir que o leitor viaje por fora, mas também por dentro, já que forneço linhas orientadoras de como construir um kit SOS das emoções, através de dicas, práticas e técnicas de como reconhecer, monitorizar e gerir as emoções.

2017 Preparo-me para iniciar mais um projeto pessoal – Investigação pelos 4 cantos do mundo, para co-criar um Kit das emoções para pais e filhos – paralelamente com as consultorias sociais e consultas clinicas que mantenho em Lisboa.

2 pensamentos em “Bio no mundo”

  1. Muito boa tarde, cara Maria Palha.

    Estava a deambular pelos trajectos profissionais dos vários intervenientes no próximo Encontro Nacional de Formadores (que encerrarei), e deparei-me com o seu, que é absolutamente brilhante. Queria dar-lhe os parabéns, e dizer-lhe que quero ser como a Maria quando for crescida! 😉 Muito com os olhos postos nesse objectivo, fiz uma pós-graduação em Intervenção Humanitária na Catástrofe (sou de Psicologia Clínica), mas a vida acabou por me levar por outros caminhos (sendo que nunca é tarde para se mudar a rota).

    Aproveito para “burilar” uma gralhazita no texto da sua bio:
    “2016 foi dedicado á publicação do seu recente Livro “uma Caixa de Primeiros Socorros das Emoções” livro onde compilei histórias dos 4 cantos do mundo” – tem SEU e COMPILEI (deveria ser “meu”, certo?”), e “á” ao invés de “à”. De resto, está perfeito! 🙂

    À sua disposição, sempre que lhe puder ser de alguma ajuda, votos de continuação de um excelente trabalho e um abraço,

    Paula

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *