Casa do Vapor: A avaliação de Impacto Social de um projecto

Quando se fala em projectos de impacto social, há todo um mundo metodológico a explorar.
Da identificação do problema, à viabilidade, sustentabilidade, piloto ou crescimento.
Na definição do projecto, mais difícil que a solução que encontra-mos para determinado problema, é a identificação do problema a ser resolvido.
No Bootcamp do IES (Instituto de Empreendedorismo Social) usa-se a frase do Einstein para expressar esta realidade ” Se eu tivesse uma hora para resolver um problema, eu gastaria 55 minutos a pensar sobre o problema e 5 minutos a pensar em soluções”.

Neste momento estou a fazer uma avaliação de impacto social, fase complexa quando se fala na área social, pois se por um lado é importante sabermos quanto se gasta para mudar a vida de alguém, a mensuração desta mudança é sempre subjectiva, por estarmos efectivamente a falar de pessoas e suas dinâmicas sociais e humanas.
Como medimos a felicidade? A auto-estima? o associativismo?
Por mais escalas, ferramentas que existam, a sua selecção é difícil, pois todas elas parecem não representar na integra o que ali se passou.

Na avaliação de impacto do Projecto da Casa do Vapor, estou neste momento nessa fase, a selecção entre o SIMPLE, O SROI (que me parece sempre uma ferramenta fria e pouco humana, embora muito eficaz para avaliação da sustentabilidade) ou o Prove It.
Em breve mais informação sobre os resultados.

https://www.facebook.com/casa.dovapor.9

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *